domingo, 4 de maio de 2008

Artisticamente Falando

Quero viver nos sonhos da Diamanda
Quero viver nos sonhos da Diamanda
Sentir o baton a escorrer
Pedir-lhe para lamber
Pedir-lhe para lamber
A imaginação para dentro e fora de mim
Para mim e para fora dentro imaginação

Diamandaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

A tua cuspida voz!
Teus demónios de branco!
O teu piano racista!
Tuas lendas em dialecto!
A tua boca encantadora!
Tua brilhante negrura!
A tua pétala venenosa!
Tua aura semi-pura!

Quero viver nos sonhos da Diamanda
Quero sonhar nas vidas da Diamanda
Mais que uma são muitas
Mais que muitas

São uma

Um comentário:

Flávio Neto disse...

Diamandaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
Diamanda, Diamanda e Diamanda!
Musa de negros sonhos...